quinta-feira, 20 de outubro de 2011

FREDDIE, FOREVER


A toda hora que me vem aquela voz girando me pedindo para que eu pule deste mundo, me salta à mente esta música do saudoso Freddie Mercury ( Queen ), " Love my life ".

Vale a pena viver nem que seja mais um pouquinho. Então volto a guardar minha arma e a bala especial que me fará alcançar a tal verdade.

Tivemos sorte, eu e minha geração, de ter ouvido Freddie cantando. Que pena que a geração atual seja obrigada a se contentar com um tal Justin Biba-sei-lá-o-quê.

Não vou aqui cometer a frescuragem de dizer que as  "músicas do Queen mudaram minha vida"  ou outras patolagens do gênero. Serviram para curtir e embalar idéias, nada mais. É muita fraqueza humana ter a vida modificada pela audição  de uma música ou de um livro, por mais belos ou esclarecedores que sejam.

Um dos poucos amigos que tenho, com toda sua sensibilidade à flor da pele e elegância peculiar, qualificou  assim Freddie Mercury:

_ Só era gay, mas cantava pra caralho ! Vai ter um timbre de voz assim lá na casa do cacete, FDP !

Não bem deste modo, já que sou filho da ascese capitalista/calvinista, coaduno com sinônimos menos liberais.

Freddie, forever !!
Ocorreu um erro neste gadget

Arquivo do blog