sábado, 23 de junho de 2012

F...DE MEA-SOLA

Se eu fosse alguém, digamos, politicamente viável e participasse de um programa de entrevista a gente de gabarito social.

Se o repórter interessado em testar minha capacidade de tirocínio me fizesse o seguinte desafio:

 "_Defina a melhor gestão municipal  de todos os tempos dos ultimos seis meses de mandato e dos millhões de emendas das ruas remendadas em uma palavra. Lembrando: não vale palavras de baixo calão "

Estaria morta a cobra antes do fumo. Jamais conseguiria. Só um gênio para tal.

Mas eles estão aí e surgem de onde menos se espera.

Em recente entrevista a uma emissora de televisão local, o secretário de obras da prefeitura do Trabalho e Cidadania, revelou-me, quase sem querer a palavra mágica :  " Mea-sola "

Tão simples e singelo. Mea-sola. Nem latim, nem latido. Nem grego, nem etrusco.

Razão tinha o velho da semiótica discursiva _ Deus se esconde nos detalhes !

Já há, agora, em meu dicionário particular:

Mea-sola: palavra de origem desconhecida que significa o que significa, mas que pode ser usada também como sinônimo de coisa mal feita pela metade, meio bem, meio mal ou mala.

Por exemplo :
_ Mas, já amor ?
_ Desculpe-me querida é que hoje foi só mea-sola.
_ Mala ! 

Fiquei tão feliz com a descoberta, que resolvi arriscar um poema concretista e que me perdoe Pignatari:      

EFE de Fala mea-sola  ou F de tá Foda, hein, ô ! 

O trabalho foi mea-sola.                          
A nossa gestão  pública
municipal é sola !!!!!!
Sola ???
Solamente  mea.
Solamente    ?
Solamento  eu.
Só aqui ?
La mente
Sua mente
que mente
e só seja.

   *
*       *
*
 *
____________________________________________________________
'Solamente' por falta  inteira de tempo este blog está sendo atualizado a mea-sola. Obstante, eu, tal como um gogó de sola, continuo muito feliz e gozando uh, ah, uh, ah, hu, hu, ha, ha !!!
Mas prometo melhorar, homo sapiens...

Ocorreu um erro neste gadget

Arquivo do blog