quarta-feira, 7 de abril de 2010

Democracia dos tucanos é oportunista

Pergunta do repórter do programa humorístico CQC da Band ao Geraldo Alckmin : " O senhor acha que já está na hora do povo brasileiro escolher outra força política para governar o país ? . Pronta resposta  do  Picolé de chuchu : " Pelo bem da democracia deve haver a alternância de poderes sempre. Então está na hora de mudar sim !

Réplica do repórter:  " Então nesse caso, está mais que na hora do PSDB o seu partido deixar o poder em São Paulo, não mesmo ? E o Alckmin , com um tremendo sorriso amarelo : " Não, mas é que o povo..." . Aí  o cara do CQC: "  Ahá , peguei você,  hein ? "

É isso aí .Os tucanos e seus amantes de primeira hora, os Demo, só pensam em democracia quando estão fora do poder. Quem esquece da invenção da releição do FHC ? Aproveitou-se da sua popularidade  , ancorada no plano Real, para fazer todos engolirem a reeleição, esta aprovada a preço de diamante no legislativo com o dinheiro das privatizações.

E até aquele momento esse troço de reeleição era totalmente desconhecido pelo povo brasileiro. Alguém lembra de alguns desses agora defensores da alternância de poder, contestar esse " viés de ditadura ", no próprio colóquio deles  ? A revista Veja não viu isso ? Logo ela que  adora desmascarar " os inimigos da democracia que planejam na surdina um terceiro mandato para Lula " ?

Alguém duvida _ eu não tenho mais nenhuma dúvida _ de que FHC estivesse hoje no poder com a popularidade que goza o atual presidente, não se lançaria ao terceiro mandato ? Tenha a certeza absoluta que  sim ! Só que para o azar dele o povo, esse sim democrático, detestou o seu segundo mandato.Ao mato com FHC e sua trumpe de golpistas !

E o Lula ? No programa de entrevista da Bandeirantes no domingo passado foi enfático : " Eu poderia se aproveitar da minha popularidade e chamar o povo brasileiro para o debate sobre um terceiro mandato, mas uma coisa que eu aprendi , meus caros,  foi que não se deve brincar com a democracia . Nunca mais quero viver fora dela ".

E o presidente ainda deixou um recado : " Espero que a lei que agora serve para mim , também sirva para os meus sucessores ". Enquanto isso o principal adversário da política de Lula, manda "descer a lenha " nos professores que  faziam protesto por melhoria salarial em São Paulo .Esse é o exemplo da democracia do PSDB/DEMO. Imaginem esse cidadão na presidência e com a popularidade em alta do que não seria capaz. Vade Retro, Satã !

segunda-feira, 5 de abril de 2010

O presidente e o patrono dos garis

Ontem à noite assisti a entrevista de Lula no programa Canal Livre da TV Bandeirantes.E o presidente falou de tudo um pouco: reforma tributária, eleição, política externa e  outras coisas que são  de praxe para um presidente da república responder.

Entre os interlocutores de Lula estavam os jornalistas Antônio Teles, Joelmir Beting, Luis Datena, Fernando Mitre  e ele, o patrono dos garis , Bóris Casoy. E essa criatura foi quem prendeu minha atenção durante o debate.Eu ficava ouvindo as explicações do presidente e torcendo para a câmera focar a expressão facial do jornalista.

Os outros comunicadores participantes da mesa, sempre que Lula estava respondendo aos questionamentos, demonstravam aos telespectadores que estavam atentos ao que o entrevistado falava , através do típico gesto de balançar afirmativamente com a cabeça.

Mas Bóris não.Ele se mantinha inexpressivo nos gestos.Seu olhar, porém ,denunciava que não estava dando a mínima para as respostas.Parecia um delegado de polícia ouvindo um suspeito a quem de antemão já julga como culpado.

Eu na poltrona, inquieto, comecei a fazer ilações sobre o que diabos o danado do Casoy estava pensando ao encarar Lula daquela forma. " _ Como esse nojeto semi-alfabetizado, ex-operário , um quase gari, pode ter sido eleito por duas vezes presidente e está no fim do segundo mandato com uma popularidade estupenda ? "
Seus olhos pareciam dizer isto.

"Como pode um sujeitinho deste está preste a entrar para a história como o mais popular presidente da história da nação, sem ter um mínimo de qualificação acadêmica ? E eu , como faço para detonar esse pé-de chinelo e seus discursos cheios de erros de concordâncias gramaticais ? " Parecia realmente que pensava desta forma aquela sua cara de lobo mau das histórinhas.

E o Lula ainda cutucava: " Não perco mais minha paciência com certos tipos de perguntas, como daquela vez em que eu era candidato a presidente (1989) e um repórter em um programa de entrevista da responsabilidade de um de vocês aqui presente, perguntou porque eu queria ser presidente se nem falar inglês eu sabia " .Nesse momento a câmera se voltou para o rosto de Casoy. Seus olhos soltavam faíscas.

" Desculpe presidente, mas seu governo quis sim controlar a imprensa" acusou Bóris a certa altura do debate. E o presidente :" Meu caro , os maiores censuradores da imprensa são os seus próprios donos " e completou :  Nunca liguei para nenhum de vocês para reclamar das críticas sofridas" . Coitado da úlcera do Bóris, ontem ficou um pouquinho maior.

Duas coisas ficaram nítidas : Lula continua imbatível em um debate democrático e Bóris Casoy o ama de paixão por tudo que ele (Lula)  representa. Nos altos de suas vassouras, muitos garis, os mais baixos da escala social _ segundo Casoy _ ao verem as resposta serena do presidente e o semblante do jornalista, devem ter dito : " Tome  mais essa, seu boca mucha ".  


Ocorreu um erro neste gadget

Arquivo do blog