sábado, 1 de janeiro de 2011

Prefeito zelador perfeito

Fonte: photosearch.com




" De Q.I pequeno, medíocre, vagoroso, perseguidor , sem criatividade e sem competência ". Que tal receber esses educados elogios no útimo dia do ano ? " Não convidaria essa pessoa para vim morar aqui", assim o mestre Vagner desejou um próspero ano novo ao agora ex-governador Binho Marques (PT).

" Agora eu sei o que a Zila (Bezerra, ex prefeita) passou na mão desse bando",desabafou o inestimável guru. Estranho. Há pouco tempo atrás ele dizia algo parecido com o contrário do que afirma agora.O que mudou ? É mais fácil insultar um rei deposto.E quanto ao posto ? É só elogio: " Tenho certeza que o Tião Viana (PT) é mais dinâmico e governará para todos".Este é o estilo de fazer política do prefeito de Cruzeiro do Sul, Vagner Sales (PMDB).Daqui a dois anos, na boca do mestre Sales, o Viana deve se tonar o maior culpado do fracasso da administração municipal.Aguardem.

Todo esse desempenho aconteceu ontem (31) , em uma entrevista que concedeu ao sistema de comunicação Integração, de propriedade da família Bezerra. A entrevista foi comandada pelo jornalista Francisco Melo.Por mais de uma hora o prefeito falou de tudo, desde sua administração ,de seus adversários e aliados políticos e até a eleição de 2012.

A globo costuma apresentar o especial Roberto Carlos todo fim de ano.Virou tradição. Em Cruzeiro do Sul, o show de erudição do Midas Político do Juruá nos últimos dias do ano por meio das Rádios e Televisão da cidade, também está virando tradição.Coincidência ou não, o jantar oferecido à classe da comunicação entrou , idem , no calendário dos agrados oficiais da prefeitura.

Segundo o Alquimista da avenida Mancio Lima, os jornalistas de Cruzeiro do Sul são mais imparciais do que os do resto do Acre, pois não estão amordaçados pelo " poder coercitivo do Estado Acreano".Pode ser. O díficil é alguns deles falarem com a boca cheia de farofa e escrever usando o teclado com os dedos banhados pela gordura da maravilhosa picanha .E então para quê usar mordaças ?

Em tempo: isto não significa que quem compareceu  ao jantar perdeu  capacidade de ser imparcial.Só pega muito mal para a imagem da imprensa.Porque o prefeito também não prestigiou outras categorias como os garis , os professores, os profissionais de saúde, que ele tanto elogiou na entrevista. ? Idiossincrasia : eu sendo jornalista não iria.Educadamente agradeceria a lembrança.

Na entrevista , o Cabedal da Competência Cruzeirense zombou do não cumprimento do slogan do governo em tornar o Acre o melhor lugar para se viver na Amazônia.Em parte concordo.Este foi um dos slogan de gosto mais duvidoso  que já vi  na vida.Porém não dá para por a culpa no ex-governo estadual pelo fracasso da saúde municipal, das ruas esburacadas, da falta de aumento para os servidores,da falta de calçadas, em suma pela incompetência da administração municipal.

O mestre também é piadista. Respondendo a uma pergunta do jornalista Dilson Ornelas, disse que  2012 será " o ano que mais vai trabalhar ". Acho que vai ser único ano que vai fazer alguma coisa de relevante.Imagine se um  politico de antigo vício  vai deixar escapar o ano da eleição para refrescar a memória curta dos seus desavisados eleitores.

O Mago das Barrancas jurou que não mais será candidato à reeleição.  Será que o prefeito espera o movimento F.P.D.P.E.P.T.A _ Fica Pai Dos Pobres Este Povo Te Adora ? Ele voltou novamente, de forma irônica, a dizer que seu candidato é uma pessoa conhecida por "Pimpolho" .

O Midas disse que antes de se tornar político, seu primeiro cargo público foi de zelador de banheiro da câmara municipal de Cruzeiro do Sul.Este cargo deveria entrar para lista das profissões mais perigosa do mundo.Imagine limpar côco e xixi de certos políticos. Em alguns casos , atualmente , este cargo recebe o nome pomposo de assessor parlamentar.

Pois bem. A câmara perdeu um grande, visionário, realizador , dedicado_ e ao mesmo tempo humilde zelador de banheiros. E Cruzeiro do Sul , quando vai ganhar um prefeito com essas qualidades ?



quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

A Arena,eu e os porcos

imagem: internet pesquisa google.com.br

" _ Penso diferente.Acho que em vez de terem gastado esse absurdo com isso aqui, deveriam ter feito dois ou mais estádios menores e mais perto da cidade, para ser acessíveis ao povo.Está bonito, mas é um exagero para uma cidade do tamanho de Cruzeiro do Sul "

Detesto conversar com pessoas de sonhos pequenos e que tal qual um porco, só conseguem olhar para baixo.São como aquela águia da historinha: Criada por galinhas , nunca soube da sua capacidade de voar alto.Viveu como um galináceo qualquer ciscando o chão e se conformando em comer sobras de comida e pequenos insetos e suas larvas.Morreu sem conhecer a visão do alto.

Quem se aproxima , à noite,  do estádio Arena da Floresta do Juruá no sentido Centro_ Igarapé Preto se surpreende pela imagem  que a iluminação em contraste com a escuridão da noite cria: A ilusão ótica de que a construção está suspensa da superfície.

_ Pensei que era um disco voador ! Exclamou Crazebeque.

_ Menos, ser imaginário, menos. Cortei-lhe na alta.

Diante de  um público de aproximadamente  mil pessoas o estádio foi aberto a visitação  e teve um mini-jogo entre o Palmeiras (amador) e Nauás (profissional).É claro que antes foi feita a cerimônia com os devidos discursos, reconhecimentos e aplausos.Várias figuras históricas do futebol cruzeirense foram relembradas na ocasião  como o senhor Oliveira, Dr. Arnaldo e antigos craques "dentro das quatros linhas".

Até o jornalista Nonato Costa improvisou uma narração na qual todo mundo era ou atacante ou meio - de - campo. Assim ficou muito fácil para o governador Binho Marques marcar o gol. Só o deputado Moisés Diniz (PC do B) se declarou que jogava na defesa.Só que ele joga no mesmo time do Governo, aí não vale. E se o goleiro fosse aquele deputado cabeçudo com cara de jaca, a bola  teria entrado ? É difícil .Com uma cabeça  e umas orelhas daquelas, o ângulo fica menor para o atacante.

Antes do início da partida, tivemos a grata oportunidade de ouvir alguns trechos do Hino Acreano, na voz maviosa da minha colega de faculdade, a jornalista Luciana Teixeira. Luciana é fraquinha. Só é a tual campeã do festival de música do Juruá, bi-campeã do prêmio de jornalismo acreano " José Chalub Leite ".Neste ano levou os prêmios de primeiro e segundo lugares na categoria que concorreu. Os jornalistas da capital tiveram que se contentar com os prêmios de consolação do terceiro lugar em diante. Crazebeque quase chorou , emocionado , com o hino.
 _ Essa aí estuda comigo_ eu disse todo orgulhoso para uma torcedora que estava ao meu lado. Ela sumariamente me ignorou. Mais  uma despeitada com o sucesso alheio.  _ Deve ser uma porca, pensei.

O Nauás venceu a brincadeira por dois gols a zero. Os dois primeiros gols da Arena Juruaense foram marcados pelo atacante Ítalo. Segundo meu amigo Toinho , a última vez que o este jogador tinha feito um gol, a grama do Cruzeirão ainda era aparada pelas bois e nem tinha virado o "Azulão".

E quanto ao porco ? Por sorte saiu de perto de mim. Foi pertubar o meu amigo Franciney. Eu tive sorte. Só me deparei com um deles.Pelo visto o polivalente Franciney  topou com uma vara ( que é o substantivo coletivo de porcos, seus sacanas).Confiram no http://www.minhascolinas.blogspot.com/ .

É , o Palmeiras perdeu. E o simbolo do Palmeiras, pelo menos o original, é o porco. Então, está explicado.
Ocorreu um erro neste gadget

Arquivo do blog