quarta-feira, 13 de fevereiro de 2013

A CAPITAL DO ZÉ PEREIRA

Sabem o "posto do agricultor" a mais nova joia da administração sem crise do melhor prefeito de todos os tempos dos últimos quatro anos ?
Pois é. A antiga 'capital do Juruá', agora conhecida como a 'capital do carnaval', a despeito de ser o carnaval  mais sem-sal-ou-açucar do Acre, é a cidade da piada pronta.

Senão vejamos:

Temos um posto de "saúde do agricultor" localizado na zona urbana, bem no centro da urbe, mas falta "posto do agricultor" onde mora o agricultor.

Um terminal rodoviário urbano que não tem linha urbana de ônibus. Só intermunicipal. Na verdade aquela coisa ridícula de terminal só tem o estado: terminal ! Se desligarem os aparelhos...  

(Só falta o nosso administrador municipal encucar de fazer um terminal urbano lá na zona rural...)

Um mercado que nunca foi mercado. Aliás, nunca foi inaugurado. Essa maravilha arquitetônica aí da foto abaixo...

(Enquanto isso, pediram ao prefeito fazendeiro o tombamento de um prédio antigo onde funcionou por algumas décadas  o fórum criminal da cidade. E não é que o cara tombou mesmo o patrimônio histórico da cidade ? Mandou um trator passar por cima, literalmente. Também ninguém explica, né chefe ?)  

Um mercado da farinha, que o tal prefeito não deixa que se venda farinha. Um mercado do pão que não vende mais pão.

A primeira e única mulher eleita prefeita por aqui construiu o "minhocão".

Enquanto isso muitos prefeitos de cuecas...tampão e buracão !

Só por aqui é possível existir uma avenida chamada de 'boulevard' . Tem propaganda nos meios de comunicação que ainda acrescenta um 'i': "na avenida 'boulevardi' ".

Não se admirem se por aqui cuidar de aparecer uma estrada na zona rural chamada de rua "Avenida São Vagnun".

Ah...ia esquecendo-me. Há uma 'vila olímpica' que não é vila. É Olímpica ? "Teu furico", diriam os cearenses !

Temos um prefeito que não sabe o que é ser prefeito. É um pré-feito, sem pré-conceito.

Quem conseguiria a proeza de criar um beco sem saída e enlameado em pleno centro da cidade, desvalorizando as casas que há muito estavam ali ? Vejam as fotos.

E pensar que neste local há muito era para se fazer uma coisa de maior utilidade pública - uma praça...um estacionamento...aí uma prefeita inteligente tasca um mercado tosco e o outro sucessor um posto de saúde inútil ( é muito posto para poucos médicos) !

Isso é que resulta por a administração da cidade em mãos sem boa cultura: a velha sina democrática de escolher sempre os piores .

É justo o novo título de 'capital do carnaval' doado pela imprensa da capital de todos os riobranquenses ? Deveras. Aqui bem próximo à Linha do Equador a incompetência não é pecado. Tal como no festival da carne, o certo é sempre o errado de gosto duvidoso.

Falta-nos ainda eleger um prefeito chamado 'zé pereira que a ninguém faz mal', use bigode ou saia...é eterno carnaval ! 



....UMA PRAÇA....
ERA PARA SER...



VIROU UM BECO SEM SAÍDA. NÃO É A BR 364. É NO CENTRO DE CRUZEIRO DO SUL 


POSTO DE SAÚDE "DO AGRICULTOR"  É NA ZONA URBANA. AQUI  O SOCÓ  MORA  À  BEIRA DO ASFALTO.....




AH, VÁ PRA VILLA BUSCH !!!

Foto: site. oaltoacre.com


Não mande mais ninguém que está te enchendo o saco, para a casa do caralho - ou carai como gostam de dizer alguns _ mande-os agora para a Villa Busch, "prisão modelo" dos coitadinhos( segundo o Lula !) hermanos bolivianos.

Que nome sugestivo, não ? "Busch" ! Tire o um "c" e fica o quê ? 

Sabem aqueles pobres desvalidos sociais tupiniquins que adoram cometer atrocidades contra (nós) os malvados contribuintes brasileiros _ sempre culpados por ser eles uns filhos de uma gaita, que preferem cometer crimes ao invés de ir trabalhar e depois ainda ficam reclamando da qualidade da comida gratuita que recebem nos presídios daqui ?

Mande-os para a colônia modelo Busch ! Se faltar comida e reclamar pau no ombro não vai faltar (daria uma ótima marchinha carnavalesca, já que por aqui toda desgraça vira letra de samba). Duvido se ateariam fogo no colchão....depois da costa em chama de tanta porretada ! 

Mandaria para lá tudo o que não nos presta, como por exemplo uma boa parcela da classe política brasileira com mandato !

Mas por quê ? Já vos digo nas próximas linhas ...
   
Não gosto de bolivianos ! Podem me censurar e processar por isso amantes do politicamente correto ! Fui uma única vez na tal Cobija para nunca mais repetir a dose. Fui lá como cliente, gastar meu dinheiro ou o que sobrou dele depois de descontado nossa maravilhosa carga tributária.

Vejam se sou lá uma vadia masoquista que adora quem  mal com ela procede !

Fui tratado com desconfiança, má educação e vontade péssima. Senti que sentiam asco pela minha nacionalidade.  

Para completar a famosa hospitalidade, ainda fomos extorquidos por policiais bolivianos que queriam sem motivo algum deter o automóvel em que estávamos. Foi o jeito alimentar a corrupção daqueles párias. Reclamar para quem ?! 

Só não joguei as quinquilharias 'made in china' de cima da ponte por dois motivos: 1) não ousaria contribuir ainda mais para o já poluído Rio Acre e 2) não comprei porra nenhuma daqueles porras. Sou um puto de consumidor !

Repito que não gosto de bolivianos, mas por certo não os odeio e estou a anos-luz de fazer campanhas para alimentar a xenofobia contra os que aqui vivem. Creio termos a responsabilidade de sermos - pelos menos nisto -  melhores que eles. Tenho até uns amigos daquela nacionalidade.

Mas não ousaria com eles atravessar a fronteira. Boliviano bom para mim são aqueles que estão do lado de cá, a mercê de nossas leis humanizadas (às vezes até por demais !)  

Ao ler a matéria que gerou este post  (AQUI VAI) um amigo meu, assim me questionou: O que se pode ser feito contra essas barbaridades ?

Minha resposta : Simples. Que o brasileiro crie vergonha e não ponha mais os pés naquele país ! E se for que não roube ou cometa qualquer tipo de desatino por lá, porque não é todo mundo que tem pena do filho alheio. O resto é blá, blá,blá dos mais fuleiros. A Bolívia é soberana, apesar de viver na idade média e o Brasil não é os EUA  para meter o pé na porta da casa de ninguém !

Há de chegar o dia que os bolivianos farão isso com alguém muito importante por aqui. Aí vai virar tema da novela da Globo e só...porque nunca  alguém muito importante politicamente vai precisar ir à Bolívia novamente.

A não ser claro que ao invés de mandarmos eles irem para casa do caralho, mandemos para a Villa Busch, presídio ao modelo boliviano...   
Ocorreu um erro neste gadget

Arquivo do blog