domingo, 1 de janeiro de 2012

JURUBEBA'S COME BACK AGAIN





Como diria aquele personagem de O Tempo e o Vento, capitão Rodrigo  Cambará:  " Buenas e me espalho, nos pequenos dou de prancha e nos grandes dou de talho !"

Mais desafiante que o capitão de Érico Veríssimo entrando no povoado de Santa Fé, o Jurubeba está de volta. E tal qual o personagem, que não cuspia no chão que pisava, não procuro combate debalde. Só procuro paz e sossego. Procuro vida

O que me fez escrever novamente foi simplesmente a inquietação. Não consigo me livrar da mania de ter que escrever algo, por mais inútil, insipiente e humanamente ridículo que seja. Isso é o bom de ser blogueiro.

Neste primeiro dia de um ano novo, o último de uma velha era, estamos fazendo nosso retorno com promessa de ser mais do mesmo.

A primeira providência será a reconfiguração do teclado para o nosso idioma oficial. A próxima será de conseguir tempo de atualizar a minha mania sem jeito de ser, também, guache na vida mesmo  meu anjo não se apresentando assim tão torto e não gostando da escuridão ou tampouco falando entre os dentes.

O capitão Rodrigo propôs ao ofendido por seu caráter espaçoso que "apertassem os ossos". Aqui como não ofendo ninguém não preciso estender minha mão e propor um aperto.

Aos desafetos - se os tivessem, prefiro mostrar o dedo médio esticado, enquanto os outros da mão permanecem retraídos. Um cotoco bem mostrado, no momento certo, é uma terapia e tanto.

Estamos de volta no dia internacional da paz. É de desconfiar....

  

  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget

Arquivo do blog