sexta-feira, 13 de julho de 2012

NÓS, QUASE VELHA ROMA

Ele pode está entre nós.

Tempos atrás, citei por aqui Incitatus, cavalo predileto do imperador romano Caio César "Calígula" ( 12 - 41 d.C). Segundo o historiador Suetônio, foi o quadrúpede  incluído na lista dos senadores de Roma. Um cadinho assim e teria sido declarado Cônsul.

Incitatus chegou a ter ao seu mimo, 18 assessores. Se especiais e pagos com o dinheiro público a história se cala.

Não temos por aqui  Suetônio, mas um amigo meu , que não é o Chicó do Auto da Compadecida,  contou-me o fato e  me garante "que só sabe que é assim" :

_ Um poderoso político desta região, só por obra do destino um fazendeiro, cria em sua singela fazendola de algumas milhares cabeças de reses nelores, um cavalo de raríssima raça à cara ração.

Nada de excepcional ?

Decerto. Mas é que o bichano - até que me provem o contrário cavalo também é bicho _  um tremendo de um pai d'égua pra mais de metros , só dorme no ar refrigerado. Calor nortista e mosquitos, muriçocas, da noite amazônica ? Jamais.

Disse-me o gozador que o bichano sabe relinchar em três idiomas diferentes graças às aulas particulares de dedicados professores importados.

Cá entre nós? Nada contra. Quem pode, pode. Quem não, assobia e chupa cana. Se tem dinheiro, que gaste e curta a sua mania  que a só grana sobrando pode proporcionar. Afinal _ agora sim _ cavalo também é gente !

Porém, o troço é que o distinto senhor conota o desapego franciscano em suas aparições públicas. Logo ele, agora descoberto, quase um Calígula em seu gosto por equídeo !

Será receio de explicar ao seus pobres eleitores, que só dormem sem calor e mosquito, uma vez ou outra na vida, quando por aqui passa uma friagem e falta agasalho ?


O povo no calor infernal, subnutrido e  o Incitatus no ar condicionado, gordo, chega tá roliço. Nem o senado romano foi tão humilhado !


Isto não condiz com a história do homem , gente do povo, a quem chama de 'irmãos das barrancas do Juruá '. Dez famílias de desdentados por um Incitatus...

Nome do santo ? Não digo porque não o vi, só sei de assim falar. Além disso,contava Suetônio que Calígula  costumava rotineiramente organizar uma lista de desafetos políticos a quem entregava à guarda pretoriana para que se tomasse as medidas necessárias. Vai que se confirma mesmo a reencarnação do ditador romano por essas bandas ...melhor não remediar.

Não sou político e não pretendo ser desafeto de ninguém, mas como a conversa já anda pelas esquinas, na boca do povo e eu gosto da pilhéria, de um chiste, aos curiosos vou indicar : o sujeito também adora a prepotência que o poder centralizado proporciona.

" Oderint dum metuant" !

Mais do que, quero criar um suspense : você pode topar com a suposta reencarnação do ditador romano a qualquer momento por nossas esquinas de cidade pequena. Em nossa mimética política o que não falta é Calígulas embuçados de insuspeitos carmelitas a calçar as sandálias da humildade.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget

Arquivo do blog