terça-feira, 15 de junho de 2010

Como curtir uma copa sem estresse

Ver imagem em tamanho grande















A copa do mundo é algo realmente sensacional ! Tolos são aqueles que ainda teimam em ser contra ela. Muita gente que ver conspiração em tudo, considera, ainda , a copa mundial de futebol masculino como o ópio dos países subdesenvolvidos.

Concordo que algumas vezes alguns dirigentes de nações, mal intencionados usaram essa paixão mundial como forma de ganhar uns pontinhos extras com seu povo, como por exemplo na copa de 1978 na Argentina. Mas, espere aí ,eu disse paixão mundial então não é só os cidadãos bitolados-de- paísinhos -subdesenvolvido , como nosso , que gostam do chamado esporte Bretão.

Não existe relação nenhuma em gostar de futebol e ser pobre e pouco alfabetizado.Então " deixa  nós gozar " também, pô ! Cantar o hino nacional com mão sobre o peito e sentir-se o maioral do mundo,  "entre outras mil és tu Brasil".  Muita gente metida a instruída detesta o que vou dizer: É só quando o Brasil é nação.Nada mais nos une ou nos une mais.

E penso que não existe momento mais bonito  dos jogos da copa do que o momento da execução dos hinos nacionais.A expressão dos jogadores com rostos soturnos de soldados em campo de batalha. Sensacional ! Na história das copas, fala-se de lances e jogadas e times inesquecíveis, mas não se repete as imagens dos times desfilados prontos para a guerra, quando guerrear significava o direito de sobreviver, defender nossas terras , mulheres e crianças dos invasores assassinos,como diz a letra do hino da França. É um instante fugaz que só se repete a cada quatro anos.

E por falar em letras dos hinos nacionais,eles dizem muito sobre os países. Infelizmente este ano por força de contrato a Vênus   Platinada não pôde por a letras traduzidas na tela para não atrapalhar as imagens.Assim o hino francês quase não tem graça.E a gente nem pode rir de trechos  do hino de Portugal como aquele que diz: " contra os canhões machar, machar". Só português mesmo para correr para cima de bala ! Espertos somos nós que vivemos "deitados eternamente em berço esplêndido", enquanto os caras da Nova Zelândia  falam em " trabalharem dia e noite pelo progresso da pátria ".

E para quem teima em não gostar de futebol, mas curte o bom humor é só assistir aos jogos narrados por Galvão Bueno.É cada uma. A última dele: "A Alemanha joga algo parecido com futebol". Espero que  a FIFA tenha ouvido isso, pois poderá cassar os três títulos  de campeã conquistada pelos alemães, por trapaças contra os adversários. Imagine, jogar uma coisa que ninguém sabe o que é, mas pensa que é futebol. Não Vale ! E nessa copa a Alemanha já fez a primeira vítima de sua trapaça: 4 a 0 na Austrália.

Mas, se você for um daqueles fundamentalistas esclarecidos que não confiam na Globo, então assista na Band, com o míope do Luciano do Valle errando o nome dos jogadores e sendo " corrigido" pelo comentarista " É brincadeira" Neto, o poliglota de Santo Antonio de Posse. Agora, se você não tiver saco para ouvir pelo menos umas vinte vezes o termo " no costado  da zaga, esqueça o Luciano do Valle.

E para aqueles mais fanáticos, não percam os cabelos e unhas com a seleção escolhida pelo Dunga, o teimoso.Segundo o Jorge Kajuru, está tudo armado para o Brasil não ganhar esta copa.Em 2014 virá a recompensa quando o Brasil ganhará de qualquer a jeito a copa dentro de sua casa. Tudo em nome dos "negócios".Vou dizer uma coisa: Se uma seleção africana ficar entre os finalistas, com esse futebol pereba que apresentaram até agora, passo a acreditar no maluco do Kajuru. Em tempo: em 2002 ele previu ou a Coréia ou o Japão entre os finalistas.Não deu outra.

Eu estou tranquilo. Galvão Bueno o maior pé frio da história do futebol, foi categórico essa semana: " O Brasil nunca teve uma zaga tão boa". Como o melhor narrador do Brasil nunca erra, a seleção brasileira só perde essa se for em decisão por penalidades máximas.E esta tem sido até agora a copa dos "frangos" .Xiii !  Será, Júlio Césarrrrrrrrrr ?      

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget

Arquivo do blog