quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

Hasta la vista , IEVAL ?

ieval_2
fonte da imagem: www.vozdonorte.com.br

Acabo de ler uma matéria no site do jornal Voz do Norte  (leia aqui), assinada pela competente jornalista Dayana Maia , sobre a compra do prédio do Instituto de Educação,Ciência e Tecnologia do Vale do Juruá _ IEVAL ou Ieval .O Ieval é a unica faculdade  particular presencial  no interior acreano.Quem deve adquirir a estrutura  é o Instituto Federal Acre -IFAC, órgão público de educação .

Fiquei alegre e ,paradoxalmente, triste com a notícia. Alegre por que vejo a vontade do IFAC , não só vontade mas pelo visto diligência, em investir na região, o que é muito bom para a juventude e por tabela para  o todo social de nossa localidade.Significa mais vagas de estudo para o ensino superior e implantação de novos cursos técnicos ,para uma melhor qualificação de mão de obra e futuros _ porque não ?, empreendedores.

Fico triste por dois motivos: o primeiro é que a matéria foi postada ainda na sexta feira(14) e só hoje eu fui tomar conhecimento ,o que denota que estou a olhar demais o quintal alheio  e ficando alheio ao que acontece no meu terreiro.Isso é péssimo para qualquer um.

O segundo motivo é por que apesar de o texto não focar o assunto, mas posso inferir, devemos perder uma faculdade.E isso não é bom.Não é mesmo. Em se confirmar, o fechamento do IEVAL em Cruzeiro do Sul representa uma derrota para nossa região.Representa uma derrota para o empreendimento e investimento particular, precisamente na educação, para o interior acreano.

Como sou daquelas pessoas que acreditam firmemente na formação intelectual, como a unica forma de revolução pacífica capaz de tirar qualquer nação ou região deste Planeta-água, do atraso tecnológico, econômico e social, essa notícia  entristece-me.

Ora, alguém pode se conformar e achar que estamos fechando uma e abrindo uma outra e esta pública e gratuita. Será mesmo seis por meia dúzia ? Em se tratando em investimento no ensino, prefiro a dúzia , completíssima. Caramba ! Estaremos perdendo pelo menos duas áreas do conhecimento graduado.Além disso, também comungo com a idéia de que  as faculdades particulares representam a verdadeira democratização do ensino superior. Torcia muito para que o Ieval se firmasse cada vez mais e trouxesse mais cursos de graduação para o Juruá, inclusive os de direito, medicina, etc.

Também me dói o título de  "Cidade-do-já-teve". Infelizmente ,ao que tudo indica,   será esta mais uma lembrança e com gosto amargo,diremos, a quem possa perguntar , que não temos mais uma faculdade particular : " _ Já tivemos, mas...". É como andar na contra-mão do desenvolvimento, um atestado do fracasso.

Espero está redondamente, quadradamente  e cubicamente equivocado sobre o fechamento do IEVAL.Se não, que passe à história e à memória dos dias que virão.É o que vai restar, infelizmente. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget

Arquivo do blog