domingo, 8 de janeiro de 2012

NÁUAS EM NOVA CAMINHADA ? AO SEU TEMPO...

Sem nada mais importante para fazer, estive ontem à noite no ginásio Jader Machado em Cruzeiro do Sul para assistir à apresentação do novo projeto do Náuas Esporte Clube, time representante do futebol, diremos assim, semiprofissional da região do Vale do Juruá.

Já tinha visto e ouvido algo a respeito pelo meios de comunicação local. Fui para ver e crer.

Não vou descrever aqui  pormenores da apresentação do projeto ou mesmo do desenrolar do evento. Isto deve ficar por conta imprensa.

Imprensa ? O único representante desta categoria que vi no local foi o Adelcimar Carvalho, o "Dedéu" para os populares. Onde estavam os outros ? Não foram convidados ou diferente de minha pessoa tinham mais o que fazer do que cobrir algo tão sem importância - sendo futebol a mais importante entre as coisas menos importante da vida ?

E o público ? Deveras um fiasco. Houve quem atribuísse ao tempo chuvoso de um sábado à noite o ínfimo número de pessoas nas arquibancadas do ginásio. Pessoalmente, acho que os motivos foram outros diversos entre eles o fato de que algumas pessoas tinha mais o que fazer: uns foram às igrejas, outros aos bares e outro tanto não poderia perder o capitulo inédito da novela global.   

A sensação que tive foi de que exceto os familiares dos atletas e da comissão técnica da agremiação, eu era uma das poucas pessoas da cidade que não tinha algo mais importante para fazer naquele momento.

Em contrapartida, pelo o que vi e ouvi a nova direção do Náuas tem muito o que fazer para levar o empreendimento para frente e para o alto, independente da indiferença dos que não acreditam nele.

O presidente Zacarias terá que carregar uma cruz e ser fustigado por chicotes se realmente quiser transformar o Náuas, uma " empresa falida com uma dívida de quase (ou mais) de 400 mil reais" na palavra do próprio presidente, em um time profissional.

O maior desafio será antes de tudo enfrentar a impaciencia de quem não está acostumado a trabalhar com planejamento de longo prazo. Coisa de Brasil. Transformar de um momento para outro jogadores com vício de amadores em profissionais com virtudes morais e pensamento de vencedores, considero também uma tarefa quase que impossível. Em curto prazo É impossível.

Diferente de algumas pessoas, nas quais percebi aquele sorrizinho de ceticismo, quero registrar aqui e agora que acredito. Gosto de apostar nos sonhadores que têm os pés no chão.

Enquanto o presidente falava e alguns riam, lembrei-me de uma cena de um filme do qual o nome não me recordo agora, mais era sobre o descobrimento das Américas pelos ibéricos. Na cena, Cristovão Colombo  foi comunicado que de oficialmente o título de "descobridor do Novo Mundo" iria, por ordem real, para Américo Vespúcio. Não à toa o nome "américa"  para o novo continente.

Cabisbaixo diante de tamanha injustiça histórica o persistente Colombo se afastou. Um dos personagem diz então: " pobre coitado, jogou a vida fora". Mas um  outro o repreende, de imediato:
"_ Pobre coitado ? olhe para esta cidade. Está vendo cada uma destas altas torres ? todas feitas por homens sonhadores como ele, Colombo. Pessoas como ele fazem. Pessoas como você zombam. Ele entrará para a história, você desaparecerá nela"


Posso está equivocado em acreditar no projeto capitaneado pelo Zacarias, pessoa que pelo pouco que conheço é um homem de caráter ilibado, honesto. Aliás, esse deve ser o maior patrimônio, o diferencial. Fora isso só a paixão do juruaense pelo seu representante. E acima de tudo isso, só o sonho, sonhado, trabalhado persistentemente gota a gota, tijolo a tijolo, dia e noite.  


Não tenho o direito e o dever de acertar o futuro, por isso aposto em quem aposta alto, desde que tenha um alvo definido, mesmo que além de seu tempo.

Então só desejo sucesso aos novos comandantes da agremiação. Que perseverem, que levantem altas torres, senhores !

Quem sabe daqui a 05 anos o ginásio já seja um local pequeno para a apresentação do elenco para temporada e assim mais pessoas como eu esteja tão desocupadas para poderem gastar o tempo de um  sábado à noite com coisa tão sem importância entre as mais importante da vida:  o futebol

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget

Arquivo do blog