segunda-feira, 22 de março de 2010

Satã não atrapalha e Náuas vence

É , o Náuas ontem calou minha desconfiança. Fiquei feliz em ser contrariado.E mais: um gol de diferença foi pouco, ficou barato para a equipe do Rio Branco.A verdade é que o Estrelão ainda não conseguiu apresentar este ano uma partida digna de sua capacidade.

O sistema defensivo do time da capital é muito fraco. Isso ficou evidente na jogo contra o Juventus e ontem se repetiu contra o Náuas.Um pouquinho mais de eficiência ao ataque do Cacique e ontem teria ocorrido uma goleada  histórica.

Um time como o Rio Branco, depender somente de um jogador, no caso o Ley, para organizar as jogadas é muito pouco.Depois que esse jogador cansou, o time simplesmente parou. Ao contrário do que alguns andaram dizendo o Náuas, não sofreu nenhuma pressão.As jogadas de ataque do Rio Branco eram esporádicas e de bolas paradas que eram alçadas na área.

Há de se elogiar, o sistema de jogo do Náuas , a tranquilidade de alguns jogadores e o empenho de outros. O time estava bem postado em campo.Mérito para o treinador.Quem estava nas arquibancadas conseguia enxergar o desenho tático do time, coisa difícil de se ver em anos anteriores.

Destaque para a atuação do zagueiro Doni, que ontem foi perfeito na marcação e na cobertura dos companheiros. O ala "Coida" também esteve muito bem no jogo. A sua velocidade e jogadas em direção ao ataque, está fazendo a torcida esquecer a falta do atacante Bruno.

Vade retro, Satã !!!

Agora, uma coisa deve ficar clara: O mérito foi dos jogadores e da comissão técnica. Isso é importante frisar por que uma das figuras de quem eu citei no post anterior, já andou comentando que teria passado umas dicas de como jogava o Rio Branco e que isso teria sido fundamental na armação do time pelo técnico.

Tem gente que quer aparecer de qualquer jeito. Essa figura entende mesmo é de puxar o saco e falar mal de todo mundo. De futebol, apesar de viver se escalando, não sabe de nada. Deixa o pessoal trabalhar em paz, senhor Tribufu, o Náuas não precisa de você. 
                                                                     
                                                              E se nós tivéssemos prefeito ....

E espero  que no próximos anos esses jogos já possam ser realizados em Cruzeiro do Sul. Os jogos em Mâncio Lima, exclui os torcedores de baixa renda que não possuem condução própria e o mais grave, afasta as famílias do estádio devido ao receio da viagem, principalmente no retorno, quando alguns condutores mal educados não sabem acionar o farol baixo do veículo..

Se nós tivéssemos um prefeito sensível a isso, este ano já era para ter jogo do Náuas no Cruzeirão. Pior para o time do Juruá, que está deixando de arrecadar no mínimo três vezes mais com venda de ingresso.Por outro lado uma vez que as crianças _ potenciais futuros torcedores _ não estão indo aos jogos, como poderá o Náuas pensar em um projeto de longo prazo ?

Enquanto as prefeituras de Xapuri e Brasíléia, brigam para ter o Jogo do Alto Acre em suas cidades, a prefeitura de Cruzeiro do Sul tem coisas mais " importantes para fazer " como por exemplo ficar brigando com os  pequenos comerciantes do mercado, moto-táxi, taxistas, vendedores ambulantes....
  

3 comentários:

  1. Parabéns pela bela matéria, criticar na hora certa e elogiar também quando merece.

    ResponderExcluir
  2. Quer dizer que agora tudo é culpa do prefeito ?
    O Náuas é que é ruim,meu irmão.Deixa de escrever besteira...

    ResponderExcluir
  3. Jairo,

    Deixa de ser fanático cara ! sair daqui de Cruzeiro até Mancio Lima para assistir "pelada".
    Pior é ficar ouvindo o jogo pela rádio , onde o locutor maltrata o português, o "comentarista" não entende nada ,ele jogou onde mesmo ? e o outro que fica na beira do campo ninguém entende o que ele fala. É uma piada. Só mais uma coisa quem é mesmo esse Satã ?

    ResponderExcluir

Ocorreu um erro neste gadget

Arquivo do blog